quarta-feira, 31 de maio de 2017

Cuidados Paliativos de Alfândega da Fé funcionam 24 horas por dia. Serviço é único no país

Existem 26 equipas domiciliárias de cuidados paliativos no país mas apenas a do Nordeste Transmontano oferece apoio 24 horas por dia. A Unidade Domiciliária de Cuidados Paliativos de Alfândega da Fé faz parte desta equipa da ULS Nordeste composta por 3 Unidades que oferecem um serviço dia e noite, algo inédito em todo o país.
Quem o diz é a docente e investigadora da Faculdade de Medicina de Coimbra, Bárbara Gomes, em entrevista ao Jornal Público do dia 25 de maio, referindo a importância dos cuidados paliativos no domicílio para utentes e famílias.

Morrer em casa é o desejo de muitos doentes e os cuidados domiciliários aumentam a possibilidade de isso acontecer, refere a especialista. Os cuidados em fim de vida ganham cada vez mais destaque entre a comunidade médica e científica. O apoio prestado a doentes paliativos e famílias em casa tem sido um dos enfoques das equipas que trabalham diariamente nesta área.

Em Alfândega da Fé a Unidade Domiciliária de Cuidados Paliativos foi criada em 2015 pela Liga dos Amigos do Centro de Saúde de Alfândega da Fé, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian que viu neste projeto característica inovadoras e potencialidade para crescer no território.

O objetivo principal é a prestação de cuidados paliativos no domicílio a doentes portadores de doenças crónicas, progressivas e incuráveis, bem como às respetivas famílias e cuidadores. O projeto recebeu também apoio da Missão Sorriso (edições 2013 e 2014) e Fundação EDP.

Estes apoios incluíram financiamento para aquisição de material médico e geriátrico que é cedido gratuitamente aos utentes. Já este ano, a UDCP de Alfândega da Fé recebeu o Prémio BPI Capacitar no valor de 50 mil euros, permitindo manter este serviço de excelência no concelho.

Esta Unidade já apoiou mais de 40 famílias no concelho de Alfândega da Fé, tendo efetuado mais de 1400 visitas domiciliárias e realizados mais de 700 contactos telefónicos. Foi ainda a responsável pela organização do Seminário sobre Cuidados Paliativos - um olhar sobre o cuidar em fim de vida, evento que reuniu em debate diversos especialistas na área.

in:noticiasdonordeste.pt

Sem comentários: