sexta-feira, 26 de maio de 2017

Descentralização aguarda aprovação da oposição

Enquanto se continua a falar de uma herança governativa sem margem para concretizar planos de descentralização, Filipe Neto Brandão, vice-presidente da bancada parlamentar do PS, diz que há uma proposta concreta do Governo nesse sentido, que aguarda por aprovação dos partidos da oposição.
A verdade é que há uma proposta concreta apresentada por este Governo, de avançar na descentralização, que ainda não teve o acolhimento dos partidos com os quais será necessário, visto que se tratam se maiorias qualificadas.

Mas é um proposta concreta, que está em marcha, e para a qual esperamos que haja o apoio de alguns autarcas que a sustentam também, ou se revêem nesses partidos da oposição, que devem convergir e consequentemente serem apoiantes das políticas deste Governo no sentido da descentralização.
Filipe Neto Brandão está confiante ainda na respetiva transferência de capitais mal este processo esteja em marcha.

Fatalmente será assim. O que não virá, e ninguém terá ilusões, é que não virá o pacote antes da transferência de competências.

Temos que ser realistas, e compreendemos a posição daqueles que o são, e defendem que não deve haver um hiato entre essas transferências e a capacitação financeira. A verdade é que essas competências, todos o reconhecem, são serão melhor exercidas junto dos destinatários finais, que são as populações.
Declarações à margem das Jornadas Parlamentares do PS, que começaram ontem no distrito, e que se prolongam pelo dia de hoje. Em Macedo de Cavaleiros, Filipe Neto Brandão afirmou ontem que um dos propósitos que trouxe as jornadas ao distrito tem a ver com “princípios de coesão e solidariedade sociais”. Ainda que mais ligado a temas da justiça e a segurança interna, e por isso sem adiantar muito, também Filipe Neto Brandão reforça as palavras de Mariana Silva, do PEV, sobre a ferrovia. Este é um meio de transporte com prioridade.

A única coisa que posso referir é que, por parte da tutela, tem vindo a ser reconhecida a importância determinante da via férrea como alavancagem da economia, e, sobretudo, como via estruturante do futuro.

Tema presente em todas as reuniões com o ministro da tutela, o reconhecimento da importância do investimento ferroviário. Todos os investimentos que estão previstos assumem natureza prioritária face a qualquer outra via. Todos aquele a que se refere (na região transmontana) estarão seguramente incluídos, para mais com o apor da coesão territorial que elas importam e que nós apoiamos e salientaremos.
Os deputados do PS visitaram ontem os concelhos do distrito de Bragança, nestas jornadas com o tema “Portugal Melhor-Portugal de Sucesso”.

Hoje as jornadas decorrem no Hotel São Lázaro, em Bragança, com a participação de casos de sucesso na região em diversas áreas. O encontro socialista termina a meio da tarde, com a presença do secretário-geral do partido, António Costa.

Escrito por ONDA LIVRE

Sem comentários: