quarta-feira, 31 de maio de 2017

Estudantes do Agrupamento de Escolas de Carrazeda de Ansiães participam na Mostra Nacional de Jovens Empreendedores

Mostra Nacional de Jovens Empreendedores reúne, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, as 50 melhores ideias de negócio, selecionadas a partir do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores.
Foi a partir da 1ª Edição do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores que a Fundação da Juventude selecionou os melhores 50 projetos nacionais que estarão em competição na Mostra Nacional de Jovens Empreendedores que se realiza de 5 a 7 de junho no Centro de Congressos da Alfândega do Porto. O concurso, destinado a jovens estudantes do Ensino Secundário e Universitário, coloca em competição duas categorias distintas: os melhores projetos desenvolvidos por jovens do Ensino Secundário e Profissional e uma outra categoria que envolve jovens universitários, com idades compreendidas entre os 18 e 25 anos.

Com vista promover o empreendedorismo criativo e empreendedorismo social, fomentando a geração de ideias e de negócios inovadores a Mostra Nacional de Jovens Empreendedores envolve cerca de 140 participantes, orientados por mais de 35 professores de cerca de 40 instituições de ensino.

Jovens de Bragança concorrem na Mostra Nacional de Empreendedorismo com molho agridoce 

 No total encontram-se em competição 50 projetos dos quais 1 é apresentado por jovens estudantes do Agrupamento de Escolas de Carrazeda de Ansiães. Concorrem com um molho agridoce com pretensões de promover a nossa região, dando a conhecer os produtos regionais como seja a maçã, o azeite e o vinho. 

Para os melhores projetos de cada uma das categorias (Ensino Secundário e Ensino Universitário) há prémios no valor total de cerca de 17.000 euros que incluem inscrições num Programa Avançado em Empreendedorismo apoiado pelo Santander Totta (destinados a distinguir os trabalhos com maior potencial do impacto económico) e vales de incubação gratuita nos Ninhos de Empresas do Porto ou Lisboa da StartUP Juventude. 

O Concurso Nacional de Jovens Empreendedores e a Mostra Nacional de Jovens Empreendedores conta com o apoio do Santander Totta, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e da Brisa.

Para Ricardo Carvalho, Presidente Executivo da Fundação da Juventude «formar toda uma nova geração de jovens empreendedores é formar uma geração de jovens com espírito de iniciativa, de criatividade, de inovação, de liderança e de resiliência, com a capacidade de acrescentarem valor à envolvente e à sociedade na qual estão inseridos. Em parte, é isto que distingue os conceitos de intrapreneurship e enterpreneurship que a sociedade civil deve exigir como uma prioridade na educação das novas gerações». 

Com destaque para o empreendedorismo criativo e empreendedorismo social, o Concurso Nacional de Jovens Empreendedores procura distinguir e premiar a inovação, a criatividade e o talento dos jovens, estimulando a capacidade analítica, o espírito crítico, a capacidade de expressão e de argumentação e a criatividade em contexto de deteção de oportunidades de negócios. Assim, é através deste tipo de iniciativas e da criação de parcerias estratégicas, como as estabelecidas com o IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação, I. P., o IPDJ – Instituto Português da Juventude e do Desporto I.P., IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional e a Câmara Municipal do Porto, que a Fundação da Juventude procura potenciar o contacto dos Jovens com o “mundo real”, preparando-os para uma melhor integração no mercado de trabalho.

in:noticiasdonordeste.pt

Sem comentários: