terça-feira, 29 de agosto de 2017

Temporal provoca estragos em Oleirinhos no concelho de Bragança

A descida de temperaturas com a possibilidade de trovoada e ocorrência de aguaceiros mantém-se por todo o território nacional e no Nordeste transmontano há quem ainda faça contas ao rasto de destruição deixado, pelas chuvas fortes e granizo do fim-de-semana.
Na aldeia de Oleirinhos, no concelho de Bragança, a queda forte de granizo causou prejuízos avultados na agricultura. Manuel António Moreira, foi um dos que viu as suas culturas afectadas. “O milho tardego ficou totalmente destruído, assim como as hortaliças, os tomates, as abóboras, os nabos, as videiras e a azeitona caiu, é incrível a força do granizo. Ficámos sem nada disso”, explicou.
Também as cordas de água fortes que caíram durante o dia de domingo, acabaram por inundar algumas zonas da aldeia, arrastando pedras que, segundo este habitante, deixaram a rua principal praticamente intransitável. “A corrente da água arrastou pedras, que ficaram na rua principal deixando a via praticamente intransitável. Ontem, a aldeia parecia um lago e o granizo era tanto que dava para apanhar «às sacas».”
A Brigantia contactou o presidente da junta de freguesia da Sé, Santa Maria e Meixedo a que Oleirinhos pertence e José Pires assegurou que durante o dia de ontem andou a resolver os problemas maiores causados na cidade e ficou com o registo do problema na aldeia. 

Escrito por Brigantia / Foto: Vitor Martins 

Sem comentários: