segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Hospital de Bragança vai ter novas instalações

Novo edifício previsto deverá incluir um bloco operatório e uma central de esterilização.
foto: Nuno Nascimento
O projeto de ampliação do Hospital de Bragança inclui a construção de um edifício com quatro pisos e 711 metros quadrados, que vai alojar um bloco operatório e uma central de esterilização.
Assim, vão passar a estar à disposição dos utentes do nordeste transmontano três salas de cirurgia, duas de anestesia e uma zona de recobro com seis camas. As novas instalações vão incluir ainda o laboratório de análises e os serviços de patologia clínica, e fazer a ligação entre o núcleo central do hospital e a unidade médico-cirúrgica. 
A empreitada tem um custo estimado de 2,2 milhões de euros, dos quais 1,5 milhões proveem de fundos comunitários, no âmbito de uma candidatura já aprovada. O valor restante é assegurado pela Unidade Local de Saúde do Nordeste (ULSNE), que conta com um reforço de capital de 1,2 milhões de euros. Resta agora esperar pelo aval dos Ministérios da Saúde e das Finanças para abrir o concurso internacional de adjudicação. 
A ULSNE espera, desta forma, aumentar a capacidade de resposta, o conforto e a segurança dos doentes.
Também o serviço de Nefrologia, onde é realizada a hemodiálise, vai sofrer intervenções estruturais, como a substituição de pavimentos e caixilharias, da rede elétrica e do mobiliário. 
Entretanto, estão já em curso pequenos trabalho de beneficiação desta unidade, como a reparação da iluminação externa, num espaço que não tem qualquer intervenção há cerca de duas décadas. 
Este investimento ronda os 93 mil euros, num serviço que tem capacidade para 60 doentes, mas pretende duplicar em breve a capacidade.

Tânia Rei
Correio da Manhã

Sem comentários: